Presidente sanciona Lei da Terceirização

13/04/2017 Nenhum comentário

De acordo com a CNTM, medida significa perda de direitos

No dia 31 de março o presidente Michel Temer sancionou o projeto de lei que trata da terceirização. Assim, toda e qualquer empresa pode terceirizar sua atividade fim, ou seja, aquela atividade para a qual ela foi criada. Até então só era permitida apenas a terceirização da atividade meio, como prestação de serviços de segurança e limpeza, por exemplo.

“Inacreditavelmente, o presidente Temer sancionou o projeto aprovado na semana passada pela Câmara dos Deputados que trata da terceirização em qualquer tipo de atividade de uma empresa. Isto acaba com todos os direitos trabalhistas (férias, 13°, FGTS, Carteira de Trabalho, etc)”, escreveu o presidente da CNTM (Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos, Miguel Torres, no site da CNTM.

A categoria metalúrgica leva em conta que essa mudança visa melhorar os índices de mercado, sem levar a devida preocupação com os trabalhadores. “Aprovar medidas que visam apenas reduzir o que eles classificam de “custos”, sem levar em conta o capital humano, tem consequências sérias, e elas virão.

O aumento dos acidentes de trabalho e da rotatividade são alguns exemplos”, completou Miguel Torres.

Nenhuma Resposta para “Presidente sanciona Lei da Terceirização”

Faça um comentário

© Todos os direitos reservados 2010 - Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Materiais Elétricos de Lorena, Guaratinguetá e Região

Rua Odila Rodrigues, 137 - Lorena/SP - Fone: (12) 3153-1825 - Criação e Design: Cristian Fontes