Brasil tem 13,5 milhões de desempregados

13/04/2017 Nenhum comentário

Apesar da queda de empregos, dados do IBGE apontam que renda do brasileiro permanece estável

Renda do trabalhador gira em torno de R$ 2.068

O desemprego bateu novo recorde no Brasil. Entre dezembro de 2016 e fevereiro de 2017, subiu a 13,2%, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Isto significa que pela primeira vez o número passou de 13 milhões de pessoas que procuram emprego.

Essa é a maior taxa de desocupação da série iniciada em 2012. Naquele ano o Brasil tinha perto de 8 milhões de desempregados.

Comparado ao mesmo período do ano anterior (dezembro de 2015 e fevereiro de 2016), o desemprego também aumentou. Naquele período a taxa estava em 10,2%.

A renda do trabalhador se manteve estável, em R$ 2.068, frente ao trimestre anterior, que era de R$ 2.049.

Entre fevereiro de 2014 e o mesmo mês de 2017, o número de empregados na indústria caiu de 13 milhões para 11,3 milhões. Para quem se manteve no mercado o cenário também não é muito animador: o número de trabalhadores com carteira assinada caiu 337 mil no trimestre.

Nenhuma Resposta para “Brasil tem 13,5 milhões de desempregados”

Faça um comentário

© Todos os direitos reservados 2010 - Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Materiais Elétricos de Lorena, Guaratinguetá e Região

Rua Odila Rodrigues, 137 - Lorena/SP - Fone: (12) 3153-1825 - Criação e Design: Cristian Fontes